domingo, 2 de outubro de 2011

Cordas



Ele me afina
com dedos magistrais
as veias descompassadas
de amor demais

AnaCris

2 comentários:

Tamara disse...

O tamanho não diminui em nada o valor das palavras. Simples e preciso, como deve ser, de fato, a poesia!

Evandro L. Mezadri disse...

Belas palavras, sútil a sua poesia.
Grande abraço e sucesso!