sábado, 10 de abril de 2010

OS FALSOS QUINTANAS: porque gosto muito... DO VERDADEIRO MARIO QUINTANA!

Tenho ficado triste por ver tantos textos "apócrifos" por aí, especialmente os atribuídos à Mario Quintana, poeta que é um dos meus preferidos e que tem textos muito inteligentes e de lirismo único!

Como gosto muito do verdadeiro Quintana. Mesmo parecendo (ou sendo mesmo) uma chata, não consigo receber algo que não é dele com sua assinatura e não dizer: olha, não é do Quinatan. Ele nem poderia ter escrito isso! Alguns textos até são bons (= do meu gosto), mas não importa: não são dele!

Quando sei o verdadeiro autor, o identifico. Martha Medeiros, por exemplo, é uma das que mais empresta textos ao Quintana. Gosto dos textos dela e no meu entender deveriam ser justamente atribuídos a ela.

Fica a dica, a quem possa interessar-se, de sempre procurar checar a verdadeira autoria de um texto e, na dúvida, mencionar o fato. Outra dica é: desconfiem de tudo o que acharem no site Pensador. net (que é alimentado pelos usuários). Podem procurar que encontrarão sempre um mesmo texto atribuído a "n" autores diferentes. Até sem autoria (parecendo que é da própria pessoa que postou).

O blog do Emílio Pacheco é um bom lugar para saber um pouco mais sobre os textos apócrifos, do Quintana e de outros autores. Vale a pena a visita: http://bit.ly/XMvOs 

PELO VERDADEIRO QUINTANA, O PASSARINHO!

3 comentários:

Fouad Talal disse...

Saudações Nika!
Grato pela visita.
Passarinhemos!

Um bjo!

Sylvia Araujo disse...

Pois é, essa questão de autoria pega pelo pé Quintana e muitos outros. Uma falta de respeito sem precedentes.

Lindo seu blog, Nika.

Beijomeu

Graça Carpes disse...

Quintana é lindo, sutil e forte.
Já caí nessa armadilha.
Mas... passarinhemos!
:)