sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Confiança não se conquista



Bastante oportuno, bem escrito e leve... dessas coisas boas de abrir a mente e o coração.


Confiança não se conquista

Por Helena Viana


"Estive pensando sobre o sentimento de confiança.
Confiar no filho adolescente, confiar no marido, ou na mulher, confiar no amigo, confiar no funcionário...
Mas o que é mesmo confiar? E será que confiança de fato se conquista?
Sempre acreditei e usei essa frase... mas hoje eu acho que não é correta.
Penso mesmo que confiança é uma decisão. A gente toma, ou não toma.

A não ser que você seja ingênuo e simplesmente decida não usar o bom senso.. sempre haverá uma vozinha pra dizer "será que é isso mesmo?". E além dela, há milhões de vozes falando com a gente o tempo todo, na nossa mente tumultuada, dando mil versões para cada situação. Criando desconfiança.

Quando você vive nesse fluxo, fica difícil confiar, relaxar, deixar fluir... Nesse ritmo a gente sente que precisa controlar. Ter tudo nas mãos, as rédeas de tudo e todos...
Mas essa energia é tão terrível! Porque a gente se consome em possibilidades. E com o passar do tempo elas vão ficando aterrorizantes. Porque a mente é capaz de criar coisas incríveis.

Mas se você decide apenas confiar, acontece a mágica.
Dá uma leveza... Porque você deixa a responsabilidade nas mãos de quem é de direito. Ou seja, a verdade é que, por mais que você se considere o centro do universo, você não é o sujeito nessa história. O sujeito é o outro.
Mas e se o outro me trair?
Bem... isso é possível. Mas, que seja!...experimente deixar essa decisão na mão do outro. Pois é ele o sujeito. É ele quem vai decidir, oras. Quer você queira ou não.
Acho isso tão libertador!
E  será que a desconfiança irá evitar essa traição? Penso que é a confiança que vai estabelecer uma relação de outro padrão. Com menos pressão, mais leveza e responsabilidade.

Se o outro decidir trair sua confiança, em algum momento isso vai ficar claro.
Se você tiver o olhar para ver o que é real, o real vai se manifestar na sua frente.

Confiar na sabedoria do universo também é isso.
As coisas vão ficando claras para quem tem olhos para o outro, para o redor de si."

Nenhum comentário: