domingo, 4 de outubro de 2009

OBRIGADA, MERCEDES!

clique na imagem para ler!

Mercedes Sosa, La Negra, como era conhecida por sua origem "mestiza" (européia-francesa com indios Quechua) despede-se deste mundo deixando um legado precisoso.
Mais do que sua voz de diva, forte e terna ao mesmo tempo.
Seu repertório musical único, que escancarava corajosamente sua posição contra as ditaduras que assolavam a América do Sul nos anos 70 (principalmente), é um verdadeiro paraíso musical globalizado.
Arrisco dizer que Mercedes foi precursora do que pode haver de bom (se algo há de bom) na tal globalização: a união dos povos através de sua música e de sua poesia.

O video abaixo traz um momento único, além da parceria com Milton Nascimento: Mercedes declamando estes versos (maravilhosos!) de Bertolt Brecht.
"Hay hombres que luchan un día
y son buenos
Hay hombres que luchan un año
y sn mejores
Hay quienes luchan muchos años
y son muy buenos
Pero hay los que luchan toda la vida:
Esos son los imprescindibles"

Mercedes foi "una mujer imprescindible"!

Nenhum comentário: