quinta-feira, 5 de junho de 2008

Se...


Se há motivos demais
para não estar

Razões de menos
para conversar

Se há vontades poucas,
Desculpas muitas
Se...
Se...
Se...

Há inevitável
Ausência de toques

Há inconcebível
Distancia de corpos

Há irreparável
Desconexão de mentes

Há intransponível
Desencontro de almas