sábado, 7 de julho de 2012

Abstinência



Fato é
não tem jeito
trago no peito
a dor lancinante
a tristeza cortante
da saudade

o coração chora
me bate
me estapeia
e implora na veia
o teu corpo
agora!

a mente renega:
é sintoma da privação
do teu toque
da tua mão
e com sofreguidão
me suplica
me pede o sacrifício
de matar em mim
esse teu vício

AnaCris

Nenhum comentário: