domingo, 12 de setembro de 2010

NÉ ?

De EITAA!

É, pois é
Freud explica
Mas não resolve, né?
E a culpa, Zé
Te absorve
Né?


O certo é
Cada um
No seu quadrado
Né?
Cada macaco
No seu galho, né?
E muito cuidado, Zé
Pra não virar
Um espantalho
Né?


E olha só, né?
Que coisa louca
O pior de tudo, né?
É a distância curta
Entre a mente
E a boca


E o dedo, né?
Apontado pra mim,
E pra ti, Zé
Te acusando, né?
De um silêncio
Que nem teu é


Né, não, Zé?


AnaCris Martins




Foto: Solange Mazzeto
http://solmazzeto.blogspot.com/

2 comentários:

Marcello disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcello disse...

Meu comentário, breve e tanto quanto eloquente:
"Né?"